Exposição concebida para itinerância nacional e internacional.

Apresentações nacionais: Lisboa (Castelo de S. Jorge e Núcleo Arqueológico da Fundação Millennium BCP), Silves (Museu de Arqueologia), Cascais (Centro Cultural), Mértola (Campo Arqueológico de Mértola), Évora (Grupo Pró Evora).

Apresentações internacionais: Tlemcen (Argélia) no âmbito da Capital da Cultura Islâmica 2011, e Argel (Musée National des Antiquités et des Arts Islamiques) .

Mértola último portopainel1painel2painel7painel8painel19painel20

Da Myrtillis da Antiguidade à Mirtula islâmica dos sécs. VIII a XIII, a exposição revela, a partir das escavações do Campo Arqueológico de Mértola, a vila onde se falava grego, latim, hebraico, árabe ou romance, ponto de encontro de comerciantes, aventureiros, mercenários e religiosos vindos de muitos sítios. Durante centenas de anos Mértola tirou partido da proximidade das ricas jazidas de minério do território e do seu porto saiam metais preciosos a caminho do Mediterrâneo.

Foi preciso esperar 750 anos para que o labor do Campo Arqueológico de Mértola arrancasse à terra as memórias de um tempo perdido. Durante quase três décadas o CAM escavou, investigou, recuperou sítios, publicou, fez museus.

Os painéis da exposição testemunham o esforço de todos os que passaram por Mértola – desde o passado longínquo até épocas mais recentes – e que ajudaram a construir a sua História.

Em vinte painéis informativos, duas ou três vitrines com materiais arqueológicos e um dvd com a reconstituição animada da Basílica do Rossio do Carmo (século V) e do Bairro Islâmico (século XII), a exposição cativa o visitante pela forma directa e precisa como põe em relevo a história de Mértola. E também pelas imagens admiráveis registadas por mais de vinte fotógrafos, pelas ilustrações e cartas seleccionadas e pela criatividade do seu excelente grafismo.

Foi realizada a partir da investigação de Santiago Macías centrando-se, sobretudo, na vila-museu, identificando os diferentes aspectos da topografia e da evolução do sítio ao longo de vários séculos. Mas alarga-se a outros locais, com propostas sobre a ocupação islâmica de Beja, Moura, Serpa, Castro da Cola etc. pondo em relevo as características da islamização do território e a sua permanente ligação ao Mediterrâneo.

painel11painel12painel13painel14painel17painel18expo mertola 1

COMPONENTES DA EXPOSIÇÃO
Painéis – Dados Técnicos
20 painéis de 210 x 90 cm com pés de aço escovado
1 painel de 210 x 100 cm com pés de aço escovado e 2 abas laterais
1 estrutura para LCD e leitor de DVD
Textos bilingues português/francês com possibilidade de acoplar 3ª língua

Requisitos Técnicos (indicativo)
• Sala com 120 metros lineares (aprox.) e 220 cm de altura
• Sala com segurança 24 horas por dia
• Iluminação dirigível
• 2 ou 3 vitrines com aprox. 80 cm (alt.) x 60 cm (larg.) x 60 cm (prof.)

OS PAINÉIS
Painéis 01 e 02 – MÉRTOLA: HISTÓRIA E PATRIMÓNIO
Painéis 03 e 04 – A REGIÃO DE BEJA – Território e cidade | Continuidade do povoamento
Painéis 05 e 06 – O ALFOZ DE MÉRTOLA – A região e os recursos | Sítios islâmicos
Painéis 07 e 08 – UMA VILA MEDITERRÂNICA – Na margem do Guadiana | Topografia urbana
Painéis 09 e 10 – A FORTIFICAÇÃO DA VILA – Uma muralha antiga | As defesas do alcácer
Painéis 11 e 12 – ANTIGUIDADE E CRISTIANISMO – O complexo palatino |Os mosaicos do baptistério
Painéis 13 e 14 – A MESQUITA ALMÓADA – Igreja que foi mesquita | Representações do invisível
Painéis 15 e 16 – O BAIRRO DA ALCÁÇOVA – Arqueologia e urbanismo | Casas e sistemas construtivos
Painéis 17 e 18 – A CIDADE DOS MORTOS – Necrópoles cristãs | Necrópole islâmica
Painéis 19 e 20 – MUSEU ISLÂMICO – Da escavação ao museu | Memória e futuro
Painel DVD – Projecção contínua de reconstruções em 3D da Basílica Paleocristã do Rossio do Carmo e do Bairro Islâmico.

FICHA TÉCNICA BASE
Autor – Santiago Macias
Entidade promotora – Campo Arqueológico de Mértola
Coordenação geral e produção – TerraCulta – Consultoria, Produção e Gestão Cultural, Lda.
Design gráfico – TVM Designers
Fotografias – Alberto Frias, António Batista, António Cunha, Arquivo CAM, Arquivo DGEMN, Cláudio Torres, Conceição Lopes, Foto Almeida, Guilherme Cardoso, James Boone, José Manuel Rodrigues, Luís Pavão, Manuela Alves Dias, Manuel Ribeiro, Mariano Piçarra, Paula Sá Guedes, Ricardo Grilo, Santiago Macias, Virgílio Lopes
Reconstituições em 3D – José Manuel Pedreirinho, Pedro Travanca e Bernardo Pimentel
Mapas, desenhos e reconstituições – Bernardo Pimentel, Câmara Municipal de Mértola, Carlos Alves, Carlos Rico, Dominique Le Bars, James Boone, João Camacho, João da Mouca, José Luís Madeira, José Manuel Pedreirinho, Luísa Almeida, Marta Coelho, Miguel Rego, Pedro Travanca, Sérgio Rosa, TVM Designers e Vanessa Gaspar
Financiamento – CCDRAlentejo/FEDER | Câmara Municipal de Mértola | Fundação Millennium BCP | Governo Civil de Beja | Clube BCP
Apoio técnico – EDIA, S.A.